FANDOM


"Suicide Blonde" é uma história em quadrinhos lançada pela DC Comics e Splat, atuando como um historia não contada do filme de 2016 Suicide Squad.[1]

Enredo

Enquanto presa em Belle ReveArlequina ouve a proposta de Amanda Waller de se juntar à Força-Tarefa X, explicando que quanto mais cedo ela se juntar, mais cedo ela poderá completar sua sentença de prisão para se juntar ao Coringa e à vida noturna de Gotham City.

Ela relembra alguns meses antes, quando ela e Coringa amarraram Don Leo, um antigo chefe do crime, que tentou assumir o território do Coringa em Gotham. Ela monta sua roupa para a noite enquanto Coringa provoca Don Leo e explica seus planos para dominar o submundo do crime com Harley ao seu lado. O Coringa se prepara para bater brutalmente em Don Leo com o taco de beisebol de Harley, mas ela planeja torturá-lo e matá-lo para enviar uma mensagem a outros chefes do crime em Gotham. Mais tarde naquela noite, os dois psicopatas dirigem o Coringamóvel para a boate, onde, para sua surpresa, toda a pista de dança está cheia de clubbers copiando as aparências de Coringa e Arlequina. Enfurecido, o Coringa intimida um homem vestido como ele mesmo até ser dissuadido por Harley como mera adoração. Sua namorada afirma que o Coringa e Arlequina são a coisa mais legal para acertar Gotham desde o aparecimento de Batman.

No momento, Waller explica que, se ela ingressar na Força-Tarefa X, sua sentença será reduzida em dez anos, e ela poderá retornar a Gotham City mais rapidamente do que apodrecer na prisão pelo resto da sentença. Harley relutantemente aceita sua oferta, mas adverte Waller para não negligenciar o acordo, caso contrário ela se torna um exemplo para seus homens como Don Leo.

Referencias

  1. Damore, Megan. "Suicide Squad" Prequel Comic Establishes Harley Quinn's Dynamic with the Joker (em Inglês). CBR. Página visitada em 07/06/2020.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.