Wiki DC Comics Extended Universe
Advertisement
Wiki DC Comics Extended Universe

"Quem está se divertindo?"
―Roman Sionis[fonte]

Roman Sionis é um empresário narcisista de Gotham City e proprietário do Clube do Máscara Negra, conhecido no submundo do crime como Máscara Negra.

Biografia

Início da vida

Pouco se sabe sobre o início da vida de Roman, exceto que ele é parte da família Sionis que é bastante rico, cujo nome está gravado em "cerca de metade das escolas e hospitais de Gotham". Embora o próprio Roman afirmasse que não nasceu privilegiado e que teve que trabalhar para conseguir tudo o que tem, o fato de ter sido cortado por sua família devido aos gastos excessivos e ao seu mau senso comercial provam que Roman provavelmente não é o narrador mais imparcial de sua própria vida.[2]

Pelo menos 15 anos antes do início dos principais eventos do filme, ele se encontrou com Victor Zsasz e financiou ao golpe e tomada de poder do rei do crime Stefano Galante, que resultou no assassinato de toda a linhagem Bertinelli (com exceção de Helena Bertinelli, que conseguiu escapar). Desde então, Roman construiu um império criminoso no Extremo Leste de Gotham, unificando famílias criminosas e mantendo as pessoas sob seu domínio fora da prisão.[2]

Em algum momento, ele conheceu Dinah Lance e lhe deu um emprego de cantora em seu clube, tirando-a da ruas e conquistando sua lealdade, mesmo que relutante. Ele a chama de "passarinho", graças ao apelido dela de Canário Negro.[2]

Caçando Arlequina

"Eu quero te matar. Porque sem o Coringa pra te ajudar... Eu posso. Por todo a sua confusão e tagarelice, você é apenas uma... Uma garotinha boba, sem ninguém por perto para protegê-la."
―Roman Sionis[fonte]

Enquanto Arlequina estava comemorando sua emancipação recém-descoberta do Coringa, Roman estava procurando trazer mais famílias criminosas de Gotham para sua organização. Ele propôs uma fusão com os Leões de Ouro, mas foi recusado por seu líder, Sr. Keo, que recusou com base em que os Leões são um negócio de família e que existem há quase um século. Roman então enfurecido, começou a falar sobre como sua própria família que supostamente nunca fez nada por ele, e como ele não tinha o mundo entregue a ele "em uma colher de prata", como a maioria das pessoas acreditava. Embora o Sr. Keo permanecesse indiferente, Roman pediu que ele dormisse e o encontrasse novamente em dois dias para revisar o assunto.[2]

Mais tarde naquela noite, depois que Arlequina quebrou as pernas de seu motorista, ele ordenou que Zsasz encontrasse um novo. Ele e Arlequina também compartilharam um momento tenso em que Arlequina admitiu que sabia que Roman não gosta dela e agradeceu por "demitir" seu motorista agora inútil. Isso serviu apenas para aprofundar seu desdém por ela e alimentar sua decisão posterior de tê-la capturada e enviada de volta para ele quando soube que ela não estava mais sob a proteção do Coringa.[2]

Nas primeiras horas de sua manhã, ele assistiu de sua cobertura enquanto Dinah Lance salvou Arlequina, embriagada, de ser sequestrada por dois homens. Depois de dar uma boa olhada em suas habilidades de luta, ele ordenou que Zsasz fosse promovê-la de cantora para sua motorista pessoal.[2]

Sionis se prepara para executar suas vítimas.

Quando seu acordo com o Sr. Keo fracassou, ele reuniu Keo, sua esposa e a filha deles, e expressou sua decepção pela escolha de Keo de não se juntar a ele. Calando a esposa e a filha chorosas e soluçando, ele disse a Keo que esperava que eles pudessem ser da família e achou que ele tinha dado a ele um ótimo discurso. Zsasz arrancou o rosto e cortou a garganta da sra. Keo, após o que Zsasz perguntou o que eles deveriam fazer com a filha da família Keo. Enquanto inicialmente, Roman imaginou que os dois primeiros corpos eram suficientes para enviar uma mensagem adequada, ele mudou de tom quando percebeu que a filha soprou uma bolha de ranho enquanto agradecia por sua misericórdia. Desgostoso, ele voltou à sua palavra e ordenou que Zsasz também arrancasse o rosto dela, jogando fora as luvas antes de sair do armazém, onde Dinah o esperava como sua motorista de fuga.[2]

Na manhã seguinte, ele compartilhou seu café da manhã com Zsasz, e lhe disse que mais uma quadrilha capiturou para eles depois que o assassinato da família Keo se espalhou. Ele também compartilhou as notícias das mais recentes vítimas do Assassino da Besta, que foram Carlo Rossi e quatro outros membros de sua equipe. As notícias perturbaram Roman, que teve que ser acalmado com uma massagem nos ombros de Zsasz até Dinah chegar para sua missão matinal. Embora Zsasz quisesse mandá-la embora porque ela estava atrasada, Roman recusou e começou a mostrar uma vasta gama de seus pertences pessoais, incluindo uma máscara Chokwe de seu tempo no Congo-Kinshasa, um par de cabeças encolhidas do Shuar do Equador, uma série de modelos de acupuntura desenterrados das montanhas de um local desconhecido e uma grande estátua de si mesmo.[2]

Depois de descobrir através de Zsasz que Arlequina e Coringa se separaram, ele ordenou que Zsasz mandasse seus homens encontrá-la e trazê-la para ele. Ele também disse a Dinah para pegar o diamante Bertinelli, que teve a localização recém-descoberta, pedindo que ela levasse Zsasz com ela no caminho. Isso acabaria sendo um erro, pois Zsasz mais tarde teria o diamante roubado por Cassandra Cain.[2]

Enfurecido com a notícia, Roman só pôde ser consolado por Zsasz, que o informou que seus homens haviam trazido Arlequina para o clube. Zsasz sugeriu que eles "desabafassem" torturando-a até a morte. Temporariamente satisfeito, Roman concordou e ele e Zsasz dispensaram Dinah para irem confrontar Arlequina.[2]

Motivos pelo qual Roman odeia a Arlequina.

Roman perguntou se ela sabia por que ele queria matá-la e, embora ela não tivesse certeza, ela tinha uma ideia, listando queixas como "ter uma vagina", "ter votado em Bernie [Sanders]", "ter chamá-lo de Romy", "ter o interrompido uma vez", "o ter chamado de Queef Richards" e etc. Cada uma de suas tentativas de criar uma atmosfera assustadora e vil foi frustrada pela Arlequina, que falava de forma rápida, e quue implorou para que ele não falasse um monólogo clichê sobre o por que dela estar lá e o que ele pretendia fazer com ela. Ela também insinuou que o motivo pelo qual ele queria tanto a fortuna Bertinelli era para restabelecer o respeito de seu pai, embora a tentativa, segundo ela, fosse equivocada.[2]

Roman, por outro lado, insistiu que queria matá-la apenas porquê ele podia. Ele se sentou com uma tigela de pipoca preparada por um de seus companheiros e se preparou para assistir Zsasz torturá-la, apenas para fazer uma pausa quando ela revelou que o ouviu falar sobre o diamante perdido e se ofereceu para recuperá-lo. Embora cético, Roman concordou, dando-a até meia-noite. Se ela não a tivesse até então, ele lhe disse que pretendia arrancar o rosto dela e conservá-lo.[2]

Uma vez que ele deixou Arlequina ir, ele instruiu Zsasz a colocar uma recompensa de US$500.000 pla cabeça de Cassandra, fazendo dela e Arlequina os dois maiores alvos de Gotham City. Dinah, que era informante de Renee há algum tempo, rapidamente ligou para ela do banheiro do clube de Roman para informá-la de que havia um preço na cabeça de Cain. Assassino após assassino foi atrás da dupla, apenas para serem mortos e combatidos a cada turno.[2]

Depois de serem informados de que haviam escapado da captura, Roman ficou violentamente irritado, com o humor sendo alterado pelo riso alto de uma das clientes de seu clube. Embora fosse simplesmente uma reação inoportuna a uma piada contada por uma de suas amigas, Zsasz disse a Roman que a mulher, Erika, estava de fato rindo dele. Em resposta, Roman ordenou que lela subisse a mesa, onde ele a forçou a dançar para ele. Chamando o vestido de "horrível", ele ordenou a uma de suas amigas que o cortasse com uma faca, deliciando-se com sua óbvia angústia. Ele então impediu Dinah de deixar o clube, primeiro pedindo-lhe para tranquilizá-lo de que ela nunca o trairia, logo depois ele a fez dançar junto dele.[2]

Morte

"Ele está atrás de todas nós. A criança robou ele, você o traiu, você matou o melhor amgio dele, e você é burra o suficiente para começar uma investigação contra ele."
―Arlequina[fonte]

Sionis dando um discurso para seus capangas.

As coisas vieram à tona quando Arlequina levou Cain a Casa de Horrores com a intenção de entregá-la a Victor Zsasz. Canário Negro recebeu ordens de conduzir Zsasz até lá e, no processo, traíram o Máscara Negra alertando a detetive Renee Montoya sobre o que estava por vir. Em vez de deixar as coisas simplesmente para Zsasz, Máscara Negra reuniu um pequeno exército, chefiado por ele mesmo e, quando eles chegaram ao local, a batalha começou. Arlequina convenceu Renee Montoya, Dinah Lance, Cassandra Cain e a Caçadora, recém-ingressados ​​em seu grupo, que elas precisavam trabalhar juntas para ter alguma chance de derrotar as forças alinhadas contra elas. Em uma luta feroz, elas lutaram contra as forças do Máscara Negra, mas encontraram o Máscara Negra esperando por elas, agora trajadas. Ele e seus subordinados conseguiram capturar Cassandra Cain e uma perseguição se seguiu. As coisas começaram a desandar no píer, onde houve um confronto final, onde Sionis se encontrou com sua rival. Enquanto Arlequina estava lutando com ele, Cassandra Cain plantou uma granada no corpo de Sionis. Arlequina então o chutou do píer e a granada explodiu, matando-o e enviando seus restos mortais para as profundezas da água.[2]

Personalidade

Descrito como um narcisista absoluto e um sociopata homicida. Ele também é altamente ambicioso, sedento de poder, sádico e emocionalmente instável. Roman pode ser altamente misógino e parece ver as mulheres principalmente como objetos para seu uso e diversão. Ele se diverte com a violência e pode facilmente perder a paciência quando as coisas não acontecem do seu jeito. No entanto, ele parece cuidar tanto do seu braço-direito/melhor amigo/suposto amante, Victor Zsasz, quanto da sua nova motorista/guarda-costas, Dinah Lance, quem ele sente atração. Ainda assim, ele é um psicopata sem remorsos e caoticamente malévolo, mostrando sinais de depravação indescritível.

Equipamentos

  • Pistola: Sionis carrega ela como sua principal arma de escolha durante suas atividades criminosas como Máscara Negra.
  • Faca Curvada Dobrável: Sionis carrega essa faca para interrogar seus inimigos e a usou quando ele teve Cassandra Cain como refém.
  • Máscara de Caveira Negra: Roman Sionis usa isso ao operar durante suas atividades criminosas, a fim de disfarçar sua identidade.
  • Máscara Chokwe: ele tem essa máscara em sua coleção.

Relacionamentos

Família

  • Pai

Aliados

  • Organização Criminosa do Máscara Negra
    • Victor Zsasz † – subordinado e interesse amoroso
    • Carlos Rossi
    • Happy(tradução necessária)
  • Família Galante
    • Stefano Galante
  • Gangue Mercedes
  • Gangue Lordes da Avenida

Inimigos

Galeria

Imagens promocionais

Curiosidades

Links externos

Há uma galeria de imagens para Roman Sionis. DC Comics 2016 logo.png

Referências

  1. The Hollywood Reporter. Ewan McGregor para ser o vilão Máscara Negra em 'Birds of Prey' (em Inglês). Página visitada em 03/11/2018.
  2. 2,00 2,01 2,02 2,03 2,04 2,05 2,06 2,07 2,08 2,09 2,10 2,11 2,12 2,13 2,14 Christina Hodson (escritora) & Cathy Yan (diretora) (7 de fevereiro de 2020). Harley Quinn: Birds of Prey.
Advertisement