FANDOM


A Kryptonita, termo cunhado por Lex Luthor, é um mineral radiativo verde brilhante do planeta Krypton que foi criado após as formações da terraformação da Máquina Planetária e do Black Zero no Oceano Índico e em Metrópolis durante o Evento Black Zero. Quando Superman e o exército destruíram os dois, numerosos pedaços de Kryptonita foram criados como resultado. As propriedades do mineral o tornam a maior fraqueza de todos os Kryptonianos, pois sua radiação é extremamente tóxica e potencialmente mortal para eles.

História

Kryptonita no Oceano

Kryptonita encapsulada e submersa no local dos destroços da Máquina Planetária.

Antes da destruição da Máquina Planetária sobre o Oceano Índico pelo Superman, a nave conseguiu transformar a pequena porção de terra submersa em uma grande pepita de kryptonita verde-esmeralda. O Black Zero realizou uma façanha semelhante antes de sua destruição, pois durante a restauração da cidade, Lex Luthor descobriu uma pequena lasca do mesmo xenomineral e prontamente a aproximou do cadáver do General Zod, para testar seus efeitos colaterais nos Kryptonianos. Satisfeito por finalmente descobrir uma fraqueza física explorável do Superman, Lex financiou missões para explorar os destroços da Máquina Planetária, e 18 meses após sua destruição, a pepita de Kryptonita, apelidada de "Cidade Esmeralda" por Lex, finalmente foi encontrada. Lex colocou uma tira menor da Kryptonita que possuía em uma lâmina de bisturi, e a usou para cortar as impressões digitais do cadáver do General Zod e usá-las para explorar a Nave Batedora 0344.[1]

Lex Luthor BvS Kryptonita

Lex Luthor fascinado ao examinar a Kryptonita.

Apesar da Senadora Finch colocar um embargo à grande pepita de Kryptonita do Oceano Índico, Lex conseguiu enviar o xenomineral para Metrópolis e alistou a guarda armada de Anatoli Knyazev e seus homens para transportá-lo para a LexCorp. Batman observou a chegada da remessa de longe, e disparou um sinalizador no caminhão para rastreá-lo. Mais tarde, Batman entrou no Batmóvel e perseguiu o caminhão para roubar a pepita de Kryptonita, acabando com os capangas de Anatoli no caminho. No entanto, antes que ele pudesse roubar o mineral, Superman apareceu e rapidamente parou o Batmóvel para confrontar o vigilante. Depois, Batman se infiltrou no prédio da LexCorp e roubou a Kryptonita, deixando para trás um batarangue como um símbolo para Luthor.[1]

Kryptonita

Exposição esquemática da Kryptonita.

Na Batcaverna, Bruce Wayne usou lasers de alta potência para cortá-la. Assim, ele transmutou o xenomineral em uma lança afiada com ponta de Kryptonita, bem como em três granadas de gás ricos em Kryptonita para atordoar Superman. Durante o duelo entre Batman e Superman, ele atirou duas das granadas no Homem de Aço, que o enfraqueceu temporariamente a níveis semelhantes aos humanos, permitindo que o Batman, trajado em uma armadura, ganhasse rapidamente vantagem. Finalmente, quando Batman estava prestes a matar Superman com sua lança de Kryptonita, Lois e Clark conseguiram convencê-lo a mudar de ideia ao mostrar que Luthor o havia manipulado.[1]

Batman atirando no Apocalipse

Batman depois de atirar uma bomba de gás rico em kryptonita no Apocalypse.

Durante a batalha contra o Apocalypse, Superman recuperou a lança de Kryptonita deixada para trás no local da batalha, fazendo grande esforço para conseguir voar, tentando resistir os efeitos enfraquecedores do xenomineral. Com uma quantidade enorme de determinação e força de vontade, ele finalmente conseguiu. Enquanto a Mulher-Maravilha lutava para manter o Apocalypse à distância com seu laço de Hestia, Batman disparou a última granada de gás rico em Kryptonita contra o monstro, conseguindo enfraquecê-lo momentaneamente, dando ao Superman a chance que ele precisava para empalar o Apocalypse e dar o golpe fatal com a lança, mergulhando-a no coração do monstro. No entanto, o monstro moribundo, em seus momentos finais, conseguiu afrouxar o laço e perfurou Superman com seu osso afiado e sólido, matando-o também.[1]

Características e efeitos

Salve a Martha

Superman enfraquecido pela Kryptonita.

O xenomineral radioativo de Kryptonita verde é conhecido por ser a maior fraqueza de todos os Kryptonianos, uma vez que a radiação do xenomineral é extremamente tóxica e potencialmente mortal para qualquer um deles. Isso é feito degradando as células Kryptonianas, causando degeneração e deterioração ao contato. Isso permite danos físicos a um Kryptoniano, além de enfraquecer extremamente seus poderes e sua invulnerabilidade, a quase níveis humanos. Os sintomas físicos da exposição são parecidos com febre, incluindo náusea, fraqueza, tontura, vertigem, fadiga, imensas quantidades de dor e quase perda de consciência. As feridas infligidas aos Kryptonianos pela Kryptonita não desaparecem quando o xenomineral deixa sua presença, e somente a exposição direta à raios solares pode instantaneamente permitir que um Kryptoniano se recupere completamente desses efeitos prejudiciais e dessas feridas. O gás rico em Kryptonita pode reduzir significativamente a força, a durabilidade, a resistência e a mobilidade de um Kryptoniano, fazendo com que se movam tão lentamente quanto um ser humano normal, percam o voo e suas habilidades sensoriais superiores, além de serem enfraquecidas o suficiente para serem incapacitadas por ataques físicos por alguém tão forte quanto Batman em seu Bat-Traje Blindado, que é apenas 28 vezes mais forte que um humano médio.[2] Apesar dos efeitos do gás de Kryptonita durarem apenas alguns minutos no máximo, os efeitos de enfraquecimento ainda podem demorar um pouco, levando, portanto, mais alguns minutos para que um Kryptoniano recupere completamente seus poderes.

Links externos

Referências

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 Goyer, David S., Terrio, Chris (escritores) & Snyder, Zack (diretor) (25 de março de 2016). Batman v Superman: Dawn of Justice.
  2. Comic Books vs The World (30 de abril de 2017). Quão forte é o Batman do DCEU? (em Inglês). YouTube.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.