Krypton era um planeta no sistema Rao em órbita de um sol vermelho conhecido como Rao. Era a casa notável dos Kryptonianos, antes que o planeta fosse destruído em uma explosão sísmica devido á mineração descuidada do núcleo planetário.

Antes da explosão, Krypton suportou a Guerra Civil de Krypton, que resultou na morte de seu principal cientista, Jor-El, e no encarceramento do General Dru-Zod e a Espada de Rao. Quase todos os Kryptonianos foram mortos na explosão, exceto Kal-El, Zod e a Espada de Rao.[2]

História

Primeiros anos

Formação

Krypton se formou há mais de 8,7 milhões de anos, e o desenvolvimento da vida celular levou á criação e a evolução dos Kryptonianos.[1]

Sua cultura começou a explorar outras galáxias há 18 mil anos e até estabeleceu postos coloniais em outros planetas. No entanto, os Kryptonianos abandonaram suas colônias e começaram o cultivo genético, artificialmente criando recém-nascidos para papéis pré-determinados na sociedade. Como resultado, os recursos do planeta se esgotaram.[2]

Destruição

Nave de Kal-El saindo de Krypton.

Krypton estava condenada á destruição por causa da mineração descuidada de seus habitantes no núcleo do planeta, acelerando uma futura implosão sísmica. Jor-El tentou alertar ao Conselho Governante sobre seus erros, mas ao mesmo tempo, o General Dru-Zod tentou um golpe de estado, começando a Guerra Civil Kryptoniana. Jor-El usou esse golpe como distração e pegou o códex de crescimento de Krypton e o infundiu em seu filho, na esperança de preservar a raça kryptoniana, antes de mandá-lo á Terra. Enfurecido, Zod matou Jor-El, mas foi preso pelos Guardas de Safira pouco depois.[2]

A destruição de Krypton.

Zod e seus seguidores foram banidos para a Zona Fantasma por 300 anos, pouco antes do planeta implodir, em 1980, levando os kryptonianos á sua quase extinção. Isso causou a libertação de Zod e seus seguidores da Zona Fantasma logo depois por causa da onda de choque.[2]

Geografia

Krypton é retratada como tendo um terreno parecido com o da Terra, composto de cânions e oceanos. Sua gravidade era muito maior que a da Terra, e sua composição atmosférica diferia ao ponto de ser inadequada para humanos. Krypton contou com muitas cidades que erma áreas metropolitanas imponentes cercadas por muros e torres.[2]

O planeta foi bloqueado de forma maré em sua estrela, criando um ponto doce limitado onde a vida poderia se formar enquanto o resto do planeta estava para sempre intocado pela luz de Rao. Isso significa que os Kryptonianos não tinham um ciclo noturno, pois Rao estava sempre no mesmo lugar no céu.

A vida selvagem incluía o grande Rondor, considerado o rei da selva. Outra espécie notória foram os Kite de guerra Kyrptonianos,[2] geneticamente criados através da mistura de muitas espécies de Krypton, incluindo uma criatura marinha extinta. Na época da Guerra Civil Kryptoniana, apenas formas de vida domesticadas permaneceram em Krypton.[3]

Faora-Ul era conhecida como "Tigresa de Zod", deixando implícito que existiam criaturas como tigres em Krypton.[3] Krypton também tinha criaturas semelhantes as da Terra, como cobras, largartos e pássaros.[4]

O planeta é orbitado por quatro luas, incluindo uma que foi destruída, chamada Wegthor.[1]

Cultura

Kryptonianos tinham uma enorme tecnologia que os permitia criar fantásticas estruturas, armas, roupas, e meios de manterem suas vidas confortáveis. O Conselho de Leis Kryptoniano cuidava dos crimes que ocorriam no planeta, julgando-os conforme achavam justo. Assassinato em Krypton era uma coisa rara, chegando a ficar milhares de anos sem nem sequer um assassinato ocorrer.[4] As famílias de Krypton eram dividas em casas, e as crianças nasciam em câmaras de gênesis ao invés de um nascimento natural. Desde criança o Kryptoniano era dado um papel na sociedade, como guerreiro, líder, cientista, entre outros. Jor-El acreditava que Krypton perdera o elemento de escolha e liberdade.[2] Nos anos dourados de Krypton, os Kryptonianos viviam sob a chamada Onze Virtudes, que eram essas: esperança, pureza, sinergia, restrição, laboriosidade, imanigação, casa/família, verdade, justiça e paz.[1]

Localidades

Guerras e conflitos

Referências

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 Flashback FilmMaking (24 de abril de 2018). Krypton 'Man of Steel' Special Features (em inglês). YouTube.
  2. 2,0 2,1 2,2 2,3 2,4 2,5 2,6 2,7 Goyer, David S., Nolan, Christopher (escritores) & Snyder, Zack (diretor) (14 de junho de 2013). Man of Steel.
  3. 3,0 3,1 Cox, Greg (18 de junho de 2013). Man of Steel: The Official Movie Novelization. Estados Unidos: Titan Books.
  4. 4,0 4,1 Goyer, David S., Johns, Geoff, Snyder, Zack, Gates, Sterling (e), Ordway, Jerry (a), Ordway, Jerry, McLeod, Bob, Rubinstein, Joe, Wiacek, Bob (i), Hi-Fi (col), Leigh, Rob (let) & Quinn, Kristy (ed). Man of Steel Prequel: (18 de maio de 2013), DC Comics
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.