FANDOM


"Nós somos vilões, é o que a gente faz!"
―Arlequina[fonte]

A Doutora Harleen Frances Quinzel é uma ex-psiquiatra do Asilo Arkham e uma conhecida associada do Coringa, operando sob o pseudônimo de Arlequina. Depois de ajudar na fuga do Coringa em Arkham, Harleen foi submersa em um silo de produtos químicos na Químicas ACE, ressurgindo como a mão direita do Palhaço do Crime. Ao longo dos anos, Arlequina se tornou uma inimiga do Batman, crescendo ao ponto de ser tornar a rainha de Gotham City ao lado do Coringa, notavelmente ajudando no assassinato de Robin.[2]

Quinn foi mais tarde aprisionada em Penitenciária Federal de Belle Reve após ser pega por Batman e recrutada para a Força-Tarefa X, uma equipe de operações secretas liderada por Amanda Waller, onde foi forçada a trabalhar com outros criminosos perigosos para completar missões para o governo em troca de pena reduzida. Em sua primeira missão, ela e a equipe derrubaram Magia em Midway City, ganhando dez anos de suas múltiplas sentenças de prisão perpétua, mas depois foi resgatada pelo Coringa durante uma invasão na prisão.[2]

Biografia

Início da vida

Harleen Frances Quinzel nasceu em 20 de julho de 1990, a vida familiar de Arlequina era em grande parte disfuncional, pois seu pai constantemente tentava abandoná-la, embora ela sempre encontrasse o caminho de volta para casa. Em algum momento de sua infância, ele a mandou para um orfanato administrado por freiras. Depois de terminar o colegial, Arlequina passou a fazer doutorado em psicologia e sofreu vários desgostos. Ela graduou em um bom colégio e fez faculdade de psicologia. Eventualmente, ganhou um lugar no Asilo Arkham para tratar de mentes insanas e psicologicamente afetadas, sendo mais tarde, designada para o Coringa.[2]

Se apaixonando

"Foi designada para o Palhaço em pessoa. Ela pensou que estava curando ele, mas estava se apaixonando. Um romance no local de trabalho que deu muito errado."
Amanda Waller[fonte]
O Coringa em terapia

Harleen e Coringa no Arkham.

Harleen foi cada vez mais se aprofundando na psique do Coringa, onde ele revelou várias memórias enterradas para ela que, aparentemente, "bagunçou tudo". Mas a psiquiatra ainda se apaixonou pelo Palhaço, trazendo vários presentinhos para ele, primeiro foi um gato de pelúcia, até chegar a uma metralhadora.[2]

O Coringa poupa Arlequina

O Coringa poupa Harleen.

Harleen: "Eu estava tentando fazer a coisa certa."
Coringa: "Fazer a coisa certa, huh? Você deixou em mim um buraco negro de raiva e confusão. É está a medicina que você pratica, Dra. Quinzel? É está a ‘coisa certa’ que você faz com todos os pacientes?
Agora, vou jogá-la no mesmo buraco negro."

―O Coringa antes de torturar Harleen[fonte]

Durante uma noite de trabalho, a gangue do Coringa invadiu o Asilo matando vários guardas. O Coringa pediu a Jonny Frost a Dra. Harleen em pessoa, a quem ele culpou por todas as dificuldades que passou no Arkham, deixando implícito que talvez ela tivesse usado terapia de choque nele. Enquanto a Dra. tentava explicar que fez tudo para seu bem, o Príncipe Palhaço do Crime não quis ouvir, amarrando-a em uma cama e usando uma terapia de choque intensificada nela, mexendo totalmente com seu psicológico, ao ponto de fazê-la querer mais. O Coringa eventualmente pediu para Frost poupá-la, o que fez mais dano ainda em Harleen, se apaixonando loucamente ao Palhaço.[2][3]

Perseguindo o Coringa

Harleen: "Fiz tudo que você mandou! Todo teste, experiência, iniciação. Provei que te amo, aceite isso."
Coringa: "Tá, tá, tá. Eu não sou alguém amável. Sou uma ideia! Um estado de espirito. Eu executo minha vontade, de acordo com o meu plano, e você Doutora, não faz parte do plano."
―Harleen tenta convencer o Coringa[fonte]
Casamento na ACE

O casamento na Químicas ACE.

Eventualmente, Harleen seguiu o Coringamóvel com uma moto, parando em sua frente para que pudessem conversar. Ela tentou convencê-lo de que o amava, e o Coringa continuou a rejeitando, até o ponto que decidiu por um fim nela. Ele acabou a acompanhando na Químicas ACE, o lugar onde "ele nasceu" (após um banho nos produtos químicos de um dos toneis). O Palhaço convenceu Harleen a tomar o mesmo "banho", acreditando que seria a morte perfeita para ela, no entanto, ao ir embora, ele parece ter "sentido algo", e pulou de volta ao tonel para resgatá-la, nascendo assim a Arlequina.[2][3]

Assassinato do Robin

Eventualmente, o casal atacou o coração de Batman ao matar seu parceiro, Robin. Arlequina foi cúmplice do assassinato, tendo ajudado o Palhaço a "quebrar" o Menino Prodígio e pintar um "HA-HA-HA A Piada É Você Batman" em seu traje.[2][4]

Capturada pelo Batman

Coringa: "Hey. Sim! Aqui está ela, a infame Arlequina. Gostou dela, amigo?"
Monster T: "Não. Sem chance. É a sua garota, Coringa." [...]
Coringa: "Está dizendo que não gosta dela? Talvez que a odeie? O que você tem contra ela, T?"
―Harleen tenta convencer o Coringa[fonte]
Monster T conhece o Coringa

Monster T é manipulado pelo Coringa.

Um tempo após o Evento Black Zero, Arlequina cuidou de dançar em uma boate que o Coringa usava para lavar dinheiro. Todos lá sabiam quem ela era, e não ousavam olhar diretamente a ex-psiquiatra por mais de alguns segundos (com algumas exceções), temendo o que o Príncipe Palhaço do Crime poderia fazer com quem o fizesse. Quando o Coringa chamou Arlequina pessoalmente a sua mesa VIP, ele a "ofereceu" para Monster T, um criminoso que rendeu muito dinheiro a gangue do Palhaço e estava encarando Harleen por toda a dança. T sabia que aquilo não acabaria bem, e tentou se desviar de Arlequina o máximo possível, enquanto o Coringa o manipulava durante toda a conversa, terminando com ele morto.[2][3]

"O Coringa tomou alguém importante de mim. Minha vez."
―Batman para Arlequina[fonte]
Batman carregando Arlequina

Batman captura Arlequina.

Após a morte de T, os dois foram ao Coringamóvel onde andaram em alta-velocidade pela cidade. Quando a Arlequina pediu para seu pudinzinho ir mais rápido, o Batmóvel surgiu pela esquina atrás, e o Palhaço fez questão de deixá-lo subir em cima do veículo, onde Arlequina começou a abrir fogo no intuito de acertar o Morcego. Logo, o Coringa lançou o carro na água, mesmo sabendo que Arlequina não podia nadar, e foi embora. Batman acabou resgatando ela, afirmando que ao entregá-la a Belle Reve, seria uma vingança pelo ter matado o Robin, sendo mais humilhante tê-la presa nas mãos do governo do que morta.[2][3]

Salvando o mundo

Arlequina em sua cela

Arlequina em sua própria cela.

Harleen foi realocada em Penitenciária Federal de Belle Reve, onde ficaria sob guarda da A.R.G.U.S. enquanto Amanda Waller fazia os preparativos para a Força-Tarefa X, um grupo de criminosos que trabalhariam para o governo em troca de penas reduzidas, e Arlequina estava entre esses criminosos. Durante seu tempo em Belle Reve, ela foi torturada e marginalizada pelo sádico guarda Griggs.[2][3]

Durante uma inspeção em Belle Reve, Arlequina conheceu Amanda Waller, que estava testando as habilidades dos membros da Força-Tarefa X. Eventualmente, Magia, uma bruxa sobrenatural e membro da Força, se rebelou contra Amanda e começou uma confusão em Midway City, junto a seu irmão Incubus. O objetivo deles era construir uma enorme máquina na cidade que destruiria os humanos. O governo dos Estados Unidos então deu permissão para a Força-Tarefa X entrar em ação.[2][3]

Conhecendo o Esquadrão Suicida

"Oi bofes! Arlequina. E aí tudo bem."
―Arlequina cumprimenta os militares de Flag[fonte]
Harleen foi presa e tomou uma injeção no pescoço, que continha uma micro-bomba. Se ela tentasse algo durante a missão, seria morta imediatamente. Ela também recebeu de Griggs um celular a pedido do Coringa, que estava indo atrás de Harleen. Ela manteve o celular escondido durante a viagem.[2][3]
Arlequina com os militares

Arlequina conhece os outros membros do Esquadrão.

Arlequina então foi levada para conhecer os outros membros da Força-Tarefa, Digger Harkness, o Capitão Bumerangue, Floyd Lawton, o Pistoleiro, Waylon Jones, o Crocodilo, Chato Santana, o El Diablo, Tatsu Yamashiro, a guarda-costas Katana, Christopher Weiss, o Amarra e o líder do Esquadrão, Capitão Rick Flag. Flag e Katana eram os únicos sem a bomba no pescoço por não serem criminosos, Katana era guarda-costas de Flag, que lideraria a equipe em solo. Alguns membros da A.R.G.U.S. também os acompanhariam em Midway City para manter tudo sob controle.[2][3]

Arlequina saindo do helicóptero

Arlequina sai do helicóptero.

Eles se prepararam em uma área da A.R.G.U.S. e entraram em um helicóptero a caminho de Midway City. Durante o caminho, o Coringa contactou Arlequina por celular, avisando que iria resgatá-la. Ao chegar na cidade, o helicóptero foi misteriosamente abatido, apesar de todos os membros da Força-Tarefa X sobreviverem. Flag então lhes mostrou o objetivo, um prédio no centro da cidade que continha uma pessoa que precisavam resgatar.[2][3]

Batalha de Midway City

Arlequina: "Já vai tarde!"
Pistoleiro: "Arlequina! Se ele morrer, a gente morre!"
―Arlequina após Flag ser pego por um grupo de criaturas[fonte]
Arlequina enfrentando os monstros de Magia

Arlequina enfrentando os monstros de Magia.

Afim de provar a teoria das bombas no pescoço, Capitão Bumerangue manipulou Amarra para tentar fugir, e Flag o matou com a explosão (como o esperado) mostrando que a bomba era real. O Capitão Bumerangue não desistiu de fugir apesar disso, e tentou convencer os outros membros da Força-Tarefa a distrair e matar os guardas. Quando Arlequina foi falar com Pistoleiro, eles se depararam com um grupo de criaturas humanoides misteriosas. O grupo lutou contra elas e foram bem sucedidos. Pistoleiro notou que as criaturas pareciam humanos, e usavam joias e algumas delas, roupas, além das armas. Flag apenas lhes disse que 'eram' humanos, e não mais.[2][3]

Enquanto iam ao caminho do John F. Ostrander Federal Building, onde o HVT1 estava (o objetivo da Força-Tarefa), Arlequina tentou "mexer" com a cabeça de alguém, questionando os membros da Força. Ela tentou irritar Crocodilo e Katana, mas foi impedida por Pistoleiro. Ela então o chamou de "vendido", afirmando que ele estava os traindo ao fazer amizade com Flag (algo que o Pistoleiro começou a tentar fazer).[2][3]

Chegando ao edifício, Arlequina aproveitou a distração do grupo para pegar um elevador sozinha. Dentro dele, ela trocou mensagens com o Coringa e foi atacada pelas criaturas misteriosas, conseguindo matá-los. Quando chegou aos andares acima, a Força já estava a esperando, e continuaram andando. Após derrotar vários grupos de criaturas, o Esquadrão descobriu que o HVT1, o objetivo do grupo, era a própria Amanda Waller. Apesar de discutires, Amanda os ameaçou com os explosivos em seus pescoços.[2][3]

Amor louco

Se reunindo com o Coringa

No telhado do prédio, um helicóptero apareceu para resgatá-los, mas ele não estava respondendo. Flag logo percebeu que ele havia sido tomado, e era pelo próprio Coringa. O Palhaço conseguiu desativar a bomba em Arlequina e a mandou pular no veículo, o que ela fez apesar do Pistoleiro insistir em não fazê-lo.[2][3]

Dentro do helicóptero, Amanda Waller rapidamente mandou caças para abatê-los, e o Coringa acabou tomando uma decisão de última hora em pular para um telhado próximo. O problema foi uma explosão no último segundo que o impediu de pular junto a Arlequina, deixando-a sozinha enquanto o helicóptero caia em um prédio da cidade.[2][3]

Equipe dividida

Arlequina no bar

Arlequina bebendo um coquetel.

Acreditando que seu chefe estava morto, a equipe se reencontrou com Arlequina na rua, após o helicóptero de resgate de Amanda ser abatido por forças da Magia. Ao exigir respostas de Flag, o Pistoleiro acabou causando a separação da equipe com a A.R.G.U.S., indo para um bar próximo mesmo com a ameaça das bombas. Flag havia os contado a verdade―que Magia era quem estava por trás de tudo e controlando seus soldados ex-humanos para construir uma grande máquina de destruição―e implorou pela ajuda da equipe novamente. Ele conseguiu convencer Pistoleiro ao usar sua filha, e todos do Esquadrão se reuniram novamente.[2][3]

Enfrentando Magia

Enquanto Crocodilo e alguns soldados da A.R.G.U.S. forma pelo subterrâneo do metrô plantar uma poderosa bomba, Flag e o resto da equipe foi na linha de frente. Magia logo os percebeu e hipnotizou Pistoleiro, Flag e Arlequina com seus sonhos mais profundos. El Diablo percebeu o truque naquilo e os fez acordarem, começando então a revelar seu verdadeiro poder na hora de enfrentar Incubus. Durante essa luta, ambos faleceram.[2][3]

Magia tentou oferecê-los uma última chance de se unirem, e Arlequina finge aceitá-la, apenas para trair Magia a distraindo, com Crocodilo jogando a bomba perto dela e Pistoleiro a atingindo. Com Magia enfraquecida, Flag tomou a difícil decisão de destruir seu coração, apenas para perceber que June havia sobrevivido, assim como Waller (que apenas estava presa).[2][3]

Fugindo de Belle Reve

O Coringa liberta a Arlequina

"Vamos pra casa amor."

"Vamos pra casa amor."
―O Coringa após libertar a Arlequina[fonte]

Waller deu uma recompensa de menos 10 anos nas penas do Esquadrão, e um pedido a mais a cada membro. Arlequina pediu uma máquina de café expresso por exemplo. De volta em Belle Reve, o Coringa, que havia sobrevivido a explosão, reapareceu para resgatar sua "bebê", afirmando que eles "voltariam para casa".[2][3]

Emancipação

Explosão da Ace Chemicals

A destruição das Químicas ACE.

Algum tempo depois de voltar para casa, Coringa terminou com Arlequina, depois de terminar com o Coringa, Arlequina se viu um pouco à deriva, ela acabou morando em cima de um restaurante Chinês de Doc do qual ela chama com o Avo que ela nunca teve, ela chegou adotar uma hiena da qual deu o nome de Bruce em homenagem a Bruce Wayne. Pois enquanto ela estava aparentemente livre, ela não havia anunciado publicamente sua separação. Em uma noite na qual ela acabou ficando bêbada no clube de Roman Sionis chegou a conta para a Canário Negro guardando o seu segredos. Os poucos que ela contou simplesmente não acreditaram nela e ela se viu em grande parte sozinha e sem amigos. Ela decidiu anunciar sua separação em grande parte, roubando um caminhão e enviando-o para a Químicas ACE, resultando em uma explosão maciça. Ela logo descobriu, no entanto, que declarar sua independência teve consequências, pois resultou em praticamente todo mundo que ela já havia errado em decidir que era uma temporada aberta para ela. Aqueles com ressentimentos eram numerosos e ela logo começou a encontrar inimigos em cada esquina, incapaz de saborear seu sanduíche favorito sem ser atacado. Ela tentou se refazer como mercenária e descobridora de coisas perdidas, mas seu passado finalmente a alcançou.[5]

Motivações do Roman

Motivos pelo qual Roman odeia a Arlequina.

Ela foi finalmente cercada e capturada por Roman Sionis, o Máscara Negra. Como a intenção de cortar seus rosto. Ela não sabia ao certo por que o havia feito para irritá-lo, mas listou suas possíveis queixas contra ela como "tenha uma vagina", "declarou", "expresso", "votou em Bernie" e "chamando-o de Roma". Ele planejava exigir esse castigo, mas ao ouvir que havia perdido um diamante valioso, ela se ofereceu para encontrá-lo, descrevendo-se como uma especialista em encontrar e dizendo que ele não tinha nada a perder. A oferta o atraiu e ele decidiu deixá-la partir, mas não antes de oferecer uma recompensa geral de US$ 500.000 a quem pudesse lhe trazer Cassandra Cain, a jovem batedeira de carteira que havia pegado o diamante.[5]

Viagem com Cassandra Cain

"Número um: ninguém é igual á mim. Pra conseguir chegar perto você teria que estudar medicina. Virar uma psiquiatra. Trabalhar num hospício. Se apaixonar por um paciente. Tirar o paciente do tal hospício, começar uma vida de crime. Pular num tanque químico pra provar seu amor pro maluco. Ser presa pelo Batman. Voltar pra cadeia, sair da cadeia com uma bomba no pescoço. Salvar o mundo, voltar pra cadeia e fugir da cadeia antes de terminar com o citado maluco. E aí seguir sozinha."
―Arlequina para Cassandra Cain[fonte]
Arlequina com Espingarda

Arlequina invadindo o Departamento de Polícia de Gotham City.

Harley seguiu Cain até o Departamento de Polícia de Gotham City, onde ela adotou um plano ousado usando bolas de paintball, pirotecnia e artes marciais para passar pelos policiais e roubar um cartão-chave para chegar à cela de Cain. Ela a explode, mas suas ações também resultam na libertação dos outros prisioneiros no bloco de celas, resultando em uma briga de três vias entre ela, os prisioneiros fugidos e os outros mercenários enviados para tentar capturar Cassandra Cain. Em uma batalha épica que testou suas habilidades em artes marciais, ela derrotou todos os desafiantes e finalmente conseguiu escapar com Caim, embora não antes de impedir Caim de fugir.[5]

Cassandra Cain no Mercado

Arlequina e Cassandra roubando uma mercearia local.

Ela viajou com Cain para uma mercearia local, onde carregou um carrinho com um grande suprimento de laxantes e alimentos destinados a tentar tirar o diamante de Caim. Na loja, Caim expressa uma admiração pela maneira como ela vive sua vida e pergunta como ela pode ser como ela. Em resposta, ela dá a Caim um breve resumo de sua história de vida, dizendo que a única maneira de ser como ela é ter feito tudo isso. Caim ficou surpreso que sua vida rica, que ela pudesse fazer compras em uma loja tão chique, mas ela explicou que eles não estavam comprando, estavam roubando. Nesse momento, ela e Caim correram com o carrinho, correndo por um corredor e atravessando uma pista de check-out, afastando um trabalhador antes de irromper pela porta e sair.[5]

Arlequina leva Cassandra para seu apartamento, mais tarde, o apartamento de Arlequina é bombardeado por criminosos procurando por Cassandra, e Doc revela com tristeza que ele vendeu a localização de Arlequina. Por esse motivos Arlequina liga para Sionis e se oferece para entregar Cassandra em troca de sua proteção, concordando em se encontrar em um parque de diversões abandonado. 

No parque, Montoya confronta Arlequina, mas Arlequina joga ela pela janela. Dinah chega ao parque junto com Victor, pórem Zsasz tranquiliza Arlequina, mas ele é morto por Helena. Montoya retorna e segue-se um pistola, até que eles percebem que Sionis chegou com um pequeno exército de criminosos mascarados, conhecidos coletivamente como Sociedade da Face Falsa. Usando o equipamento antigo de Arlequina, a equipe improvisada consegue resistir e repelir o ataque. Durante a batalha, Cassandra é capturada por Sionis, enquanto Dinah revela sua capacidade meta-humana de grito supersônico, derrotando um número adicional de mafiosos e dando embuço para Arlequina ir de patins atrais do Mascara Negra. Arlequina persegue os patins e, com a ajuda de Helena, as duas perseguem Sionis. Em um píer próximo, o confronto final ocorre. Sionis se prepara para matar Cassandra, mas ela puxa o anel de uma granada que ela colocou na jaqueta dele depois de tirá-lo do baú de armas de Arlequina mais cedo. Sionis se joga do píer pouco antes da granada explosão matando-o.

Após a destruição do império criminoso de Sionis, Harley e Cassandra escapam, vendendo o próprio diamante para uma loja de penhores e iniciando seu próprio negócio de extermínio.

Equipamento

Armas

  • Chiappa Rhino 60DS: uma Chiappa Rhino 60DS customizada que Arlequina carrega em um coldre de couro. É um revolver Magnum 6 cilindros usado para derrotar os Olhos do Adversário de Magia. Cada cilindro está escrito "amor" e "ódio" para cada bala.
  • "Boa Noite": um bastão de basebol customizado com uma escrita "boa noite" pelo taco. É usado por Arlequina em diversos momentos durante sua missão para resgatar Amanda Waller.
  • Faca: Arlequina carrega consigo uma faca que ela usa para tentar acertar Batman enquanto estava se afogando.
  • Martelo da Arlequina: Arlequina carregava um martelo de madeira personalizado que ela usou durante suas aventuras com o namorado, Coringa. Quando o Esquadrão recebeu seu equipamento antigo, ela quase levou o martelo para Midway City com ela, mas optou por trazer seu taco de beisebol.
  • "Fun Gun"(tradução necessária): um lançador de granadas M79 personalizado.

Outros equipamentos

  • Traje de Arlequim: Arlequina originalmente usava um traje vermelho e preto depois de se juntar ao Coringa, completado por um capuz com duas bolas brancas nas extremidades. Mais tarde, ela abandonou o traje em favor de roupas mais provocantes, optando por usar uma jaqueta vermelha e azul com shorts curtos combinando, meias arrastão e botas de salto alto.
  • Implante de nano-bomba: um implante de uma nano-bomba foi posto em Arlequina antes da missão em Midway City, para fazê-la cooperar com a A.R.G.U.S. forçadamente. Foi desativado mais tarde pelo Coringa em sua falha tentativa de resgatá-la.
  • Celular: Arlequina recebeu um celular do Capitão Griggs do Coringa para que eles pudessem se comunicar com ela dentro de Midway City.
  • Diamante Bertinelli: um diamante que servia como chave para a riqueza da família Bertinelli. Quando as Aves de Rapina conseguem acesso a fortuna, ele foi dado a Cassandra Cain que o vendeu.

Veículos

  • Coringamóvel: Uma Lamborghini paródia do Batmóvel em que o Coringa e Arlequina usam para suas aventuras. É um veículo customizado e extremamente rápido, mas que foi perdido ao ser lançado no rio.
  • Helicóptero: Enquanto estava sendo transportada para Midway City, Arlequina foi levada de helicóptero. Este mesmo helicóptero deveria resgatá-la, mas foi derrubado pelo Coringa.

Relacionamentos

Família

Aliados

Inimigos

Curiosidades

  • Arlequina é baseada em uma personagem de mesmo nome da DC Comics. Ela é a parceira do Coringa nas histórias em quadrinhos, e tem um profundo amor pelo Palhaço do Crime.
  • Esta é a primeira aparição da Arlequina em um filme, mas a terceira em live-action. Ela já apareceu na antiga série Birds of Prey e em um episódio de Arrow.
  • Sua primeira aparição real foi em Batman: The Animated Series, porém ela ficou tão popular que ganhou espaço nos quadrinhos da DC.
  • Em Suicide Squad: The Official Movie Novelization, o Coringa e a Arlequina manipulam Monster T para cometer suicídio, e após fazê-lo, o Palhaço se enfurece com Harleen, afirmando que ele tinha lhe dado muito dinheiro e que sua morte era culpa da ex-psiquiatra. Os conflitos entre o Palhaço e Arlequina são mais nítidos na romantização, já que em diversos momentos, o Coringa a trata com raiva (como quando ele a resgata de helicóptero e a culpa pelo esforço que fez).
  • É possível que Arlequina tenha esquizofrenia, já que ela "ouve vozes", apesar de não ser muito claro o que ela quis dizer com isso.
  • Harleen não sabe nadar.
  • De acordo com Margot Robbie, ela recebeu todas os trajes de todas as mídias da DC Comics relacionadas a Arlequina, desde Batman: The Animated Series até a série Batman: Arkham.

Links externos

Há uma galeria de imagens para Harleen Quinzel. DC Comics 2016 logo

Referências

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.