Wiki DC Comics Extended Universe
Advertisement
Wiki DC Comics Extended Universe

"Opa, temos problemas por aqui! Ah, o... problema do mal no mundo. Ah, o problema da virtude absoluta. [...] O problema de você acima de todo o resto, o problema de você acima de todo mundo. Porque é isso que Deus é. Hórus, Apolo, Jeová, Kal-El, Clark Joseph Kent."
―Lex Luthor para Superman[fonte]

Alexander Joseph Luthor Jr., também conhecido como Lex Luthor, é o filantropo CEO bilionário da LexCorp. Crescendo com um pai abusivo, a psique de Lex foi fundada em sua juventude e ele acabou substituindo seu pai como CEO, transformando a LexCorp em uma das empresas mais ricas do mundo em um curto espaço de tempo.[1]

Em 2013, após o Evento Black Zero e a aparição do Superman, Lex cresceu em uma obsessão com Superman e começou a investigar uma tese meta-humana de que existem outros seres como o Superman. Decidindo que ele precisava matar o "demônio" Superman, ele começou uma intrincada manipulação de pessoas para expor a desconfiança do mundo do Superman, orquestrando o bombardeio do Capitólio dos Estados Unidos da América e colocá-lo em um combate mortal contra Batman de Gotham City, mas o plano acabou fracassando, então ele criou o Apocalypse a partir do cadáver do General Zod. O Apocalypse matou Superman, mas Lex foi colocado na prisão por seus crimes do bombardeio do Capitólio dos EUA e enviado para o Asilo Arkham.[1]

Biografia

Início da vida

"Nenhum homem no céu interveio quando eu era uma menino para me salvar dos punhos e das abominações do meu pai! Eu conclui naquela época, que se Deus é todo-poderoso, Ele não pode ser todo-bom, e se Ele é de todo-bom, então Ele não pode ser todo-poderoso... e você também não pode."
―Lex Luthor para Superman[fonte]

"Lex" é filho do empresário e fundador da LexCorp, Alexander Luthor, Sr., um emigrado da Alemanha Oriental. Seu nome é uma homenagem a seu pai.[1]

Lex cresceu na mansão da família, mas foi abusado por seu pai, que muitas vezes o espancava quando criança. Ele desenvolveu neste tempo um ódio por Deus, acreditando que se ele existia, não era de todo bom, e o culpava por tudo de ruim que acontecia com ele.[1]

Em 2000, o pai de Lex faleceu inesperadamente, deixando seu legado da LexCorp para seu único filho, que assumiu o controle do negócio, transformando-o de um enorme "dinossauro" petroquímico e maquinário em uma gigante empresa de tecnologia de ponta. Isso o tornou um dos homens mais ricos do mundo, bilionário de sucesso e filantropo.[1]

A tese meta-humana

O maior prédio de Lex destruído no Evento Black Zero.

Algum tempo depois do Evento Black Zero, Lex começou a investigar Kal-El, agora conhecido como Superman. Não demorou muito para ele descobrir que Kal-El estava se escondendo na Terra como Clark Kent.

Ele viu em Clark uma forma de se vingar de "Deus", já que Superman era o ser físico mais próximo de uma divindade. Com isso, o filantropo começou a investigar outros seres meta-humanos.

Lex contratou Vagalume anonimamente para explodir um depósito de mercadoria em Gotham City para testar as capacidades do Batman e ver se ele tinha alguma capacidade meta-humana. Ele montou uma série de câmeras no armazém para assistir aos eventos.[2]

Durante este tempo, ele começou a reunir evidências e pesquisas sobre uma 'Tese Meta-humana', que existem outros seres pelo planeta capazes de coisas muito parecidas com Superman. Ele reuniu provas de uma negociante de antiguidades chamada Diana Prince, que parecia estar viva na Terra por muito tempo, tendo roubado uma foto dela da Bélgica em 1918.[1]

Lex observando os meta-humanos.

Ele adquiriu imagens de CCTV de uma loja em Central City, onde investigou Barry Allen, que usava a força de aceleração para capturar um ladrão. Ele também adquiriu imagens de drone de um zangão em alto mar e testemunhou um Atlante conhecido como Orin tirando o dito drone com seu Tridente de Atlanna. Por fim, Lex conseguiu vídeos feitos pelo Dr. Silas Stone nos Laboratórios S.T.A.R., onde ele estava trabalhando para salvar seu filho Victor. Silas usou uma Caixa Materna que ativou e começou a criar um corpo cibernético para substituir os membros perdidos de Victor.[1]

Com tudo isso salvo nos servidores de sua casa, Lex começou a planejar um plano para acabar com Superman, escolhendo Batman como seu "campeão" na luta. Ele acabou por descobrir a identidade secreta do vigilante e iria manipulá-lo para fazê-lo acreditar que Superman era uma ameaça, fornecendo indiretamente os meios de acabar com o Homem de Aço. Ele usou seus recursos para descobrir uma fraqueza de Superman, a Kryptonita, um mineral que veio a Terra durante o Evento Black Zero e enfraquecia as células Kryptonianas.[1]

Derrubando o Superman

Lex contratou Anatoli Knyazev para acompanhar mercenários de Nairomi na África, enquanto Lois Lane estava lá para entrevistar um líder terrorista, onde eles culáriam Superman pelas mortes que ocorreram no lugar (que seriam causadas pelo próprio Anatoli). Quando Lois chegou junto com seu fotógrafo Jimmy Olsen, Knyazev descobriu que Jimmy é da C.I.A., junto com a maioria dos terroristas de acordo com as instruções de Lex, queimando-os vivos e matando qualquer testemunha para parecer que o Superman usou o sua visão de calor.[1]

Lex em seguida contratou Kahina Ziri para ir na frente da mídia e governo americano para mentir sobre o que aconteceu em Nairomi, culpando Superman pelas mortes das pessoas em sua aldeia.[1]

Conseguindo recursos maiores

"Não precisa usar uma bala de prata, mas forjarem uma... bom, não teremos que depender da bondade de monstros."
―Lex Luthor para a senadora Finch[fonte]

Lex convencendo Barrows a lhe dar acesso a nave batedora.

Lex estava na sede da LexCorp aguardando a chegada da senadora June Finch e o senador Barrows. Eles chegaram quando Lex estava jogando basquete no lobby com alguns de seus funcionários. Ele os levou aos laboratórios para mostrá-los um pequeno pedaço de Kryptonita, encontrado nos destroços do Black Zero. Ele e o Dr. Emmett Vale revelaram que a Kryptonita é capaz de destruir células Kryptonianas, e que Lex queria uma Licença de Importação para trazer um pedaço maior para o país da Máquina Planetária no oceano pacífico. Finch discordou do posicionamento de Lex enquanto Barrows faz um acordo com ele, onde lhe deu acesso a nave batedora e à posse do corpo do General Zod para experimentos.[1]

Barrown: "Quais são os seus desejos?"
Luthor: "Eh, acesso aos destroços da nave Kryptoniana?"
Barrown: "Ok."
Luthor: "Os restos completos do alienígena para testes?"
Barrows: "Huh, quer o corpo do Zod?"
Luthor: "Ok."
―Luthor conversando com Barrows sobre seus desejos[fonte]

Lex Luthor usando o corpo de Zod para experimentos.

Lex trouxe o corpo de Zod para a LexCorp onde eles usaram o minúsculo pedaço de Kryptonita para cortar as impressões digitais de Zod, que Lex levou para o local da nave batedora em Metrópolis. Eles lhe deram acesso ao lugar onde Lex encontrou a destruída Câmara de Gênesis, e a Chave de Comando do General Zod, que lhe deu acesso aos registros da nave, posando como Zod.[1]

Confrontando a senadora

"Você acha que meu pai se importaria, se eu mudasse só uma coisinha nessa sala? [...] Porque aquilo deveria estar de ponta cabeça. [...] Agora sabemos a verdade, não é mesmo? Os demônios não vem do inferno abaixo de nós, não, eles veem do céu."
―Lex Luthor para Senadora Finch[fonte]

Finch havia ido à casa de Lex algum tempo depois, para lhe confirmar que não iria lhe dar a Licença de Importação, mas o jovem filantropo começou a lhe contar suas histórias com seu pai.[1]

Evento de caridade

Lex está realizando um evento de caridade na Biblioteca Pública de Metrópolis, onde enviou um convite para Clark Kent (Superman) para cobrir o evento, e outro para Bruce Wayne (Batman) como convidado. Lex começou o evento fazendo um discurso sobre o poder, antes de perceber que ele estava falando demais e decidiu parar. Ele então viu Clark e Bruce conversando e os interrompeu para subliminarmente lhes dizer para não brigarem um com o outro.[1]

Lex enviou uma série de recortes de jornais para Clark Kent no Planeta Diário, que mostram o lado brutal de Batman, além de mostrar-lhe que Cesar Santos foi morto na prisão depois que o vigilante de Gotham o marcou.[1]

Lex decidiu enviar a Kryptonita para os EUA mesmo sem licença, e Knyazev supervisionaria a operação em Gotham enquanto Lex esperava pelo pacote. Quando chegou o momento, no entanto, o comboio foi destruído e o caminhão que transportava a Kryptonita ficou destruído ao meio graças a uma tentativa fracassada do Batman de roubar o mineral. Lex, em seguida, colocou a Kryptonita na câmara, substituindo o pequeno pedaço que ele tinha anteriormente.[1]

Lex então descobriu que Wallace Keefe foi preso por grafitar na estátua do Superman em Heroes Park e decidiu pagar a fiança de Wallace e esperar por ele em sua casa, onde encontrou recortes de jornais e histórias sobre o Evento Black Zero e a Batalha de Metrópolis, bem como histórias sobre Bruce Wayne. Lex forneceu a Wallace uma nova cadeira de rodas e o convenceu a ir até a senadora Finch para levar o Superman a julgamento. Sem o conhecimento de Wallace, a cadeira estava armada com uma bomba.[1]

Lex então enviou mensagens para Bruce Wayne, manipuladas para parecerem que foram enviadas por Wallace sobre como Bruce deixou sua "família morrer", referenciando a destruição do edifício das Financias Wayne durante o Evento Black Zero.[1]

Decidindo que precisava amarrar as pontas soltas, Lex fez Knyazev matar Kahina Ziri antes que ela possa revelar que mentiu sobre o envolvimento de Superman em Nairomi.[1]

Lex foi convidado para o julgamento do Superman, e brevemente assiste com Mercy Graves. Quando o julgamento começou, ele saiu do lugar e deixou uma nota sobre a bebida de Finch, um retrocesso a um comentário anterior que ela deu a ele em sua casa sobre o "suco de pêssego da vovó". Depois que ela lê, a bomba na carga de Wallace explodiu, matando todo mundo, exceto Superman.[1]

O nascimento do Apocalypse

"Se o homem não mata deus, o diabo matará!"
―Lex para o Superman[fonte]

Lex então retornou a Nave Batedora junto com o corpo do General Zod, onde ele o colocou nas águas da Câmara de Gênesis e cortou sua própria mão e espalhou-a pelo rosto de Zod. A nave alertou contra isso, mas Luthor ordenou que prosseguisse.[1]

Ele foi até o topo da Torre da LexCorp e viu o Bat-Sinal no céu acima de Gotham. Sabendo que esta noite era a noite em que Batman e Superman seriam finalmente forçados a lutar, ele ordenou a Knyazev que sequestrasse Lois Lane e Martha Kent. Lois foi trazida para ele na Torre da LexCorp, onde ele a joga fora do heliponto. Superman a salva e confronta Lex, que revela a ele que ele conhece sua verdadeira identidade como Clark Kent. Ele revela ao Superman que ele tem orquestrado ele e o ódio do Batman um pelo outro e que ele quer que o Superman mate Batman em uma hora, revelando que ele matou Martha em algum lugar. Sem escolha, o Superman parte quando Lex parte para a Nave Batedora.[1]

A morte de Superman

Mais tarde na hora, Lex aguardava na Câmara de Gênesis o Superman, que chegou sem a cabeça do Batman. Superman afirmou a Lex que ele perdeu, mas o jovem filantropo revelou na Câmara que havia regenerado o corpo de Zod em uma antiga deformidade Kryptoniana, o Apocalypse, com o único propósito de destruir o Superman. O Apocalypse atacou Lex quando saiu da cápsula mas foi parado por Superman, que lutou contra a criatura longe da nave batedora. Essa batalha causou a morte tanto de Apocalypse, quanto de Superman.[1]

Lex conseguiu os meios e começou a se comunicar com o Lobo da Estepe da nave batedora, mas foi interrompido pelas equipes da S.W.A.T. que prenderam Lex.[1]

Lois Lane finalmente expôs os crimes de Lex, que foi enviado para uma prisão de segurança-máxima e teve o cabelo raspado, sendo colocado em uma cela à espera de transferência. Batman chegou no lugar em uma noite e ameaçou Lex, afirmando que tem contatos e vai ter certeza de que Lex seja transferido para o Asilo Arkham. O ex-filantropo afirmou a Batman que o universo inteiro agora sabe que o Superman está morto e que "ele" está com fome e está vindo para a Terra.[1]

Formação da Liga da Justiça

Superman otimista.jpg
Este artigo ou sessão possui conteúdo do corte teatral de Justice League de 2017.
Estas informações deverão ser trocadas para a versão do diretor Zack Snyder's Justice League de 2021 o quanto antes. Você pode ajudar editando-o.

Algum tempo mais tarde, Luthor conseguiu escapar do Arkham e se encontrou com o mercenário Slade Wilson, o Exterminador, em seu iate sobre possíveis planos de formar uma "liga deles". Isso tudo graças ao fato de Batman ter revivido Superman e formado uma "liga", que lutou e impediu os planos do Lobo da Estepe.[3]

Aparência

Lex Luthor é um homem de estatura relativamente pequena e de constituição esguia para um homem da sua idade, mas com um andar e comportamento confiantes. Ele tinha o cabelo comprido de cor castanha com um tom escuro. Depois de ser levado sob custódia, no entanto, o barbeiro da prisão raspou seu cabelo e Lex ficou completamente careca. Ele costuma usar roupas sociais e ternos elegantes, apesar de em certos momentos, estar vestido de forma desleixada.

Personalidade

Lex Luthor tem uma mente extraordinariamente brilhante, de longe uma das maiores do mundo, embora seja horrivelmente corrompida por seu ego instável e baixa moralidade. Enquanto ele geralmente coloca uma fachada de um homem gentil, Lex é na verdade bastante malévolo e acredita ser um deus entre os homens, e deseja muito ser tratado como tal. Assim, quando Lois Lane o chama de "psicótico", Lex rejeita essa palavra como se referindo apenas a "essa é uma palavra grande demais para mentes tão pequenas".

Lex é brilhante em ciências e negócios, e frequentemente é o homem mais inteligente em uma sala, mas sua personalidade complexa e divina o torna muito invejoso e amargo em relação a Superman, mesmo indo tão longe ao descrever abertamente este último em infernal e diabólico, comparando Superman a um demônio que tenta dominar a humanidade, induzindo-os a admirá-lo. Lex se considera melhor que o resto da humanidade e Superman, o último de quem ele se sente ameaçado, devido ao potencial do Superman de facilmente ofuscar qualquer popularidade que Lex já possua. Essa crença leva Lex a expandir seus negócios e finanças, criando tecnologias inovadoras para desafiar o Superman (obtendo Kryptonita e criando o espantoso monstro Apocalypse), e para obter o máximo de poder possível, a fim de se tornarem ainda mais de um deus aos seus próprios olhos. Além disso, as tentativas de Lex de tomar o poder são bastante imorais, já que ele tem pouco cuidado com os métodos que ele usa, ou seu impacto sobre os outros. Ele coloca em uma gentil fachada que ele é um homem do povo, mas ele realmente deseja controlar os outros e destruir aqueles que ele considera como sua competição, ou seja, Superman. Para Lex, ele e Superman são, em última instância, rivais amargos para as afeições e elogios da humanidade.

Relacionamentos

Família

Aliados

Inimigos

  • Liga da Justiça
  • Planeta Diário
  • Martha Kent – prisioneira (resgatada)
  • Comitê de Estudo do Superman
    • Senadora June Finch † – rival e vítima
    • Senador Barrows † – manipulado e vítima
    • Purrington † – vítima
  • Wallace Keefe † – manipulado e vítima
  • Kahina Ziri † – delator manipulado, vítima indireta
  • Cesar Santos † – vítima indireta
  • C.I.A. – organização expositora
  • F.B.I. – organização expositora
  • N.S.A. – organização expositora
  • Terrotistas Nairomianos † – vítimas indiretas
    • Amajagh
  • Forças-Armadas Americanas
    • Secretário de Defesa Calvin Swanwick – ajudou em sua exposição
  • Laboratórios S.T.A.R.
    • Dr. Silas Stone – observado discretamente
    • Jenet Klyburn – ajudou em sua exposição

Galeria

Para ver mais imagens de Lex Luthor, veja Alexander Luthor, Jr./Galeria.

Imagens promocionais

Vídeos

Curiosidades

  • Alexander Luthor, Jr. é baseado no personagem de mesmo nome assim como seu pai, Lex Luthor. Lex Luthor, Jr. é o filho de Lex Luthor, um dos heróis da Terra-3 no universo DC. Lex Luthor, Sr. é o arqui-inimigo de Superman em várias histórias. No Universo Estendido DC, apesar de Lex Luthor carregar o "Junior" em seu nome, seu posicionamento (como vilão) relembra mais seu pai. Apesar disso, Jesse Eisenberg assumiu querer dar um tom novo e próprio ao personagem.
  • Lex Luthor, Clark e Slade tem em comum o nome do meio, "Joseph".
  • Lex foi o primeiro personagem a citar "meta-humanos" e "Kryptonita".
  • Lex tem 31 anos em Batman v Superman: Dawn of Justice, sendo quatro anos mais novo que Superman. Em várias outras mídias, Lex costuma ser mais velho que Clark.

Links externos

Há uma galeria de imagens para Alexander Luthor, Jr.. DC Comics 2016 logo.png

Referências

  1. 1,00 1,01 1,02 1,03 1,04 1,05 1,06 1,07 1,08 1,09 1,10 1,11 1,12 1,13 1,14 1,15 1,16 1,17 1,18 1,19 1,20 1,21 1,22 1,23 1,24 Goyer, David S., Terrio, Chris (escritores) & Snyder, Zack (diretor) (25 de março de 2016). Batman v Superman: Dawn of Justice.
  2. Gage, Christos (e), Bennett, Joe (a), Parsons, Sean (i), Hi-Fi (col), Bennett, Deron (let) & Antone, Alex (ed). "Batman" Batman v Superman: Dawn of Justice #1: (janeiro 2016), Burbank, CA: DC Comics
  3. Terrio, Chris, Snyder, Zack (escritores), Whedon, Joss (escritor, reshoots) & Snyder, Zack (diretor), Whedon, Joss (diretor, reshoots) (17 de novembro de 2017). Justice League.
Advertisement